terça-feira, 29 de janeiro de 2013

SAG Awards 2013

Ontem foi dia de SAG Awards, o prêmio do Sindicato dos Atores. Como só são entregues prêmios de atuação, é uma cerimônia mais curta. Não tem host fazendo piada e debochando dos convidados ou números musicais. O máximo que tem são alguns atores convidados a dar testemunhos engraçados sobre eles e sua profissão. Alguns funcionam, outros não. Esse ano, só o da Sofia Vergara foi engraçado.
E mais uma vez a gente pôde comprovar que premiações andam cada dia mais óbvias, sem surpresas e enfadonhas. Todas iguais. Premiam as mesmas coisas sempre, como se só houvesse aquilo de bom . E não há nada tão superior assim aos demais filmes esse ano. E quando houve, aí dividiram os prêmios. Parece que votam por preguiça e seguem a onda.
Homeland, Downton Abbey, Alec Baldwin e Tina Fey, elenco de Modern Family... Os mesmos resultados de todo ano. Tina Fey é ótima, mas precisava ganhar o seu 11º prêmio? Sofia Vergara nunca vence nada, por exemplo. Jon Hamm, então... Mad Men já ganhou diversos prêmios, seja no Emmy, no Globo de Ouro, etc. Mas nenhum deles foi de interpretação.
The Big Bang Theory é outro seriado que sempre se esquecem, com a exceção de Jim Parsons um par de vezes. Mesmo as “surpresas” são as segundas opções mais óbvias, tipo Jennifer Lawrence vencendo ao invés de Jessica Chastain. Desse resultado eu gostei, confesso, mas não existe mais uma Marisa Tomei, ou um Crash do bem, etc.


Frases da noite:
Meu pai disse que se eu fizesse qualquer coisa
artística eu ficaria parecendo uma puta.
Eu disse a ele que com esses peitos gigantes que eu herdei
da mãe dele eu já parecia uma puta.
Sofia Vergara, nos testemunhos da abertura do evento.
No mundo real os bravos homens e mulheres
das forças armadas da América estão longe dos que
amam para preservar nossa liberdade.
Kerry Washington, conversando m*rda.
Amy, eu te conheço desde que você estava grávida da Lena Dunham.
Tina Fey, no seu sempre ótimo discurso
 pelo seu milionésimo prêmio por 30 Rock.

Eu me juntei à liga inter-religiosa de paintball,
onde cristãos, judeus e muçulmanos podem atirar
em uns aos outros com segurança.
Um personagem qualquer de Glee, na única fala
 interessante que vi desse seriado até hoje. Deve ter
 sido por isso que a colocaram no evento.

Wolverine é perseguido pelo gladiador. A Mulher-Gato engravida
e tem que dar o bebê à Bellarix LeStrange e ao Borat.
Depois Wolverine aceita cuidar do bebê da Mulher-Gato.
E ela cresce e estrela Mamma Mia.
Hugh Jackman e Anne Hathaway,
refazendo a sinopse de Os Miseráveis.

Obrigado aos meus amigos da SAG-AFTRA, que me dotaram com
esse belo prêmio. Hoje, ao menos, eu sou bem dotado.
Bryan Cranston, mostrando que não
 sabe fazer piada.

Foi um ator que assassinou Abraham Lincoln. E desde então
um outro ator tenta trazê-lo de volta à vida de tempos em tempos .
Daniel Day-Lewis, recebendo seu prêmio por Lincoln .

Não posso acreditar que estou no mesmo lugar que
Daniel Day-Lewis esteve. Talvez eu vire um melhor ator só pela radiação.
Ben Affleck, sendo babaca até tentando ser humilde.


Constatações:


- A comida no prato desse povo deve ser de enfeite. Passa a noite inteira intocada nos pratos de todo mundo;

- A escovinha de Bradley Cooper tava parecendo uma peruca;

- Jessica Chastain finalmente acertando na produção;

- Por que Justin Timbalada apareceu a noite toda na transmissão? Tá investindo mesmo numa carreira de ator. Haja saco pra aguentar;

- J-Law com batom pra duas bocas;

- Jane Lynch foi fantasiada de Dominatrix. Só faltou um chicote;

- Anne Hathaway não fica bem com esse look blasé e esses vestidinhos de Maria Mijona. Cresce logo esse cabelo;
- Nicole botou coisa nos beiços de novo;

- Nem doença deixa Marion feia. Ou então maquiagem faz mágica mesmo;

- Só quero chegar aos 85 se for enxuto igual ao Dick van Dyke;

- Não aguento mais ver em premiação a cena do Dev Patel dizendo "welcome to the best exotic marigold hotel";

- Tem ator que não nasceu pra fazer discurso. Claire Danes e Anne Hathaway são bons exemplos disso. Mesmo fazendo piada só arrancam riso amarelo do público, pra não constranger. Bryan Cranston segue a regra também;

- Discurso lido cheio de nome é um saco mesmo. No Globo de Ouro foi Lena Dunham, e aqui Julianne Moore;

- Jude Law virou Bill Murray;

- Argo ganhar melhor elenco mostra que ainda It's a Man's Man's Man's World. Viva o clube do bolinha;

- Curioso quetodas as vencedoras mulheres eram todas umas das duas mais novas na categoria. Tirem suas conclusões;

- Ben Affleck é tão babaca que faz um discurso para melhor elenco e só fala dele mesmo. Disse que ama a esposa, ama Warner Brothers, disse quando se juntou ao sindicato, zZz...

A lista completa de vencedores:

Cinema
TV
Melhor Elenco
Argo
Melhor Elenco (Drama)
Downton Abbey
Melhor Elenco
(Comédia
)
Modern Family
Melhor Ator
Daniel Day-Lewis Lincoln
Melhor Ator (Drama)
Bryan Cranston
Breaking Bad
Melhor Ator
(Comédia)

Alec Baldwin
30 Rock
Melhor Atriz
Jennifer Lawrence
O Lado Bom da Vida
Melhor Atriz (Drama)
Claire Danes
Homeland
Melhor Atriz (Comédia)
Tina Fey
30 Rock
Melhor Ator Coadjuvante
Tommy Lee Jones
Lincoln
Melhor Atriz de Minissérie ou Telefilme
Julianne Moore
Game Change
Melhor Ator de Minissérie ou Telefilme
Kevin Costner
Hatfields & McCoys
Melhor Atriz Coadjuvante
Anne Hathaway
Os Miseráveis


Nenhum comentário:

Postar um comentário