segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Seção CINEMA // Meus 50 Momentos Musicais Favoritos de Hollywood! (Bônus)


Parte 1Parte 2Parte 3 Parte 4 Parte 5 (final)


CENAS
b
BÔNUS



Pensaram que iam se livrar da lista assim? Antes de revelar o top 10, eu incluo algumas cenas que não entraram na lista, por esquecimento, por eu não gostar do filme, por não achar tão marcantes, entre outros motivos, mas acho importante serem lembradas. Eis elas:


video

video

video

1. Why Dont’ You Do Right? // Uma Cilada Para Roger Rabbit (Who Framed ---Roger Rabbit?)
---Making Whoopee! // Susie & Os Baker Boys (The Fabulous Baker Boys)
---Let’s Do It // Uma Loira Em Minha Vida (The Marrying Man)

Absolutamente a mesma cena. Adoro todas, mas são as cenas mais clichê do mundo. Femme fatale canta pra mostrar como é sedutora e irresistível. Em Roger Rabbit, vale mais pra conferir a voz da Amy Irving. É a melhor música das três também. De longe. Eu deixei desenhos animados de fora, pois cada um deles tem diversos números musicais, seria mais sensato fazer uma lista só deles, mas fiquei balançado com essa cena, porque ela é mista. Eu costumava desenhar a Jessica quando criança. Era expert nela e no Garfield na escola. Mas eu normalmente a desenhava sem o figurino... Devo ter guardado em algum lugar alguma cópia.

Em Susie e os Baker Boys a cena tem mais serventia a história, pois diz muito sobre o relacionamento entre o trio protagonista, especialmente sobre o que se desenvolve entre Michelle Pfeiffer e Jeff Bridges. A Michelle canta diversos números no filme, mas esse sobre o piano é de longe o mais marcante deles. Em Uma Loira Em Minha Vida, vale como registro de todo o esplendor de Kim Basinger (mesmo sendo dublada).


video

2. Waterloo // O Casamento De Muriel (Muriel’s Wedding)

Junto com Priscilla, as maiores homenagens que já poderiam ter feito ao ABBA no cinema. Esqueça Mamma Mia!


video

3. Nowhere Fast // Ruas de Fogo (Streets of Fire)

Esse filmeco B é irresistível. Diane Lane, que quase ganha o Framboesa pelo filme, não é ainda nem sombra daquela que viera a fazer Infidelidade quase 20 anos depois. Michael Paré (aparece no finzinho do vídeo), com seu nível de expressividade equivalente a Stallone e Schwarzenegger, sumiu do mapa. Willem Dafoe, sempre fazendo o vilão, continua na ativa, e Rick Moranis, o empresário frouxo, se aposentou do cinema. Esse tema virou hino do Programa Livre depois.


video

4. Elephant Love // Moulin Rouge

Não gosto do filme. Mas reconheço sua importância pela revitalização e perpetuação do gênero. Essa cena em especifico é, como quase todas as outras do filme, um compêndio de referências da cultura pop. Diversos hinos de amor sintetizados numa única canção. Acho que esse tipo de numero serve mais pra eventos e premiações do que pra contar história. Depois de duas cenas, eu já tava impaciente.


video

5. Diamonds Are A Girl’s Best Friend // Os Homens Preferem As Loiras ---(Gentlemen Prefer Blondes)

A cena é icônica, amplamente copiada, mas nunca vi o filme... Então pra mim é mais um videoclipe registro da Marilyn no auge do estrelato, assim como a cena da saia voando ao vento.


video

6. Over The Rainbow // O Mágico de Oz (The Wizard of Oz)

Eis um caso onde a canção funciona melhor fora da cena. Virou hino, diversos regravaram, todo mundo conhece, todo mundo sabe que é do filme, mas a cena não é nem de longe a melhor do filme. Não marca. Pelo menos pra mim. O filme de fato começa quando Dorothy vai pra Oz e o filme ganha cor.


video

7. You Can Leave Your Hat On // Ou Tudo Ou Nada (The Full Monty)

O "gran finale" do filme, que evolui toda sua historia pra esse momento. Um filme pequeno, feito com muito bom humor, engraçado, que conseguiu ser indicado ao Oscar e virou até espetáculo da Broadway com o Patrick Wilson, onde a mesma cena é feita com uma canção muito menos interessante.


video

8. Chopsticks // Quero Ser Grande (Big)

O filme que transformou Tom Hanks em astro. É de longe o momento mais marcante do filme. Quem nunca quis fazer igual? Se bem que essa música sempre vai me lembrar muito mais de danoninho...


video

video

9. The Sound of Music // A Noviça Rebelde (The Sound of Music)
---That’s How You Know // Encantada (Enchanted)

Acho Noviça um tédio, quase 3 horas de filme, mas é famosíssimo, assim como a cena, que tem seu charme. Toda mundo se lembra dela quando pensa em Julie Andrews. Encantada eu já gosto (pelo seu apelo kitsch, é frívolo, divertido e passa rápido), mas é uma cópia bem Disney da mesma cena da Julie e dos seus próprios desenhos (que eu mantive de fora da minha lista).


video

10. Mad World // Donnie Darko

Adoro o filme. E gosto de todas as cenas musicais, mas essa, ao som de Mad World, é o tema assinatura do filme, versão da canção do Tears for Fears feita pelo Gary Jules para o filme. As outras cenas são Notorious, do Duran Duran e Head Over Heels, do Tears for Fears.


video

11. Twist & Shout // Curtindo a Vida Adoidado (Ferris Bueller’s Day Off)

Não gosto do filme, mas é famosíssimo, assim como a cena. Acho o Ferris um bandido em potencial. Um delinqüente. E o filme aplaude esse comportamento. Por isso me irrita muito mais que diverte. Nem da cena eu consegui gostar.


video

12. Rockefeller Skank // Ela é Demais (She’s All That)

Filme adolescente mais do mesmo que eu via na adolescência. Ainda vejo e adoro, apesar de ser bem fraquinho. Adoro a cena do baile com o tema dançante do Fatboy Slim e a cena da metamorfose com Kiss Me, do Sixpence None The Richer.


video

13. Maniac // Elvira, A Rainha das Trevas (Elvira, The Mistress of The Dark)

Elvira. Amor eterno, amor verdadeiro. Vale muito a pena também o número final. Eu chorava de rir com ambas as cenas.


video

14. In Your Eyes // Digam O Que Quiserem... (Say Anything...)

Cameron Crowe é um desses diretores que sabem fazer roteiro em cima de músicas específicas, mas nesse caso eu acho que a música foi inserida depois. Poderia ser qualquer uma romântica, mas esse hit do Peter Gabriel caiu como uma luva.


video

15. Falling Slowly // Apenas Uma Vez (Once)

Once é um desses filmes que a gente assiste pra lavar a alma. A cena é clichê, e não tem muito de memorável, mas a música é linda. A interpretação deles no Oscar, sim, foi memorável e emocionante.



Em breve a parte final!


Parte 1Parte 2Parte 3 Parte 4 Parte 5 (final)



Nenhum comentário:

Postar um comentário