quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Seção CINEMA // Meus 50 Momentos Musicais Favoritos de Hollywood! (Parte 3)

Parte 1Parte 2Parte 3 Parte 4 Bônus Parte 5 (final)


Parte 3
30 - 21




30. Slave To Love // 9 e ½ Semanas de Amor (9 ½ Weeks)

Do tempo que Kim Basinger tinha 30 e poucos e Mickey Rourke se parecia com um ser humano. Ele já foi até galã, como podemos ver no vídeo. Slave To Love do Brian Ferry é um desses love hits que resume bem o momento vivido pelo casal de desconhecidos no filme e até hoje toca nas rádios em programas de flashbacks.




29. If You Wanna Be Happy // Minha Mãe É Uma Sereia (Mermaids)

Depois da tempestade sempre vem a bonança. Depois de acabado todo o conflito do filme, a última cena é só um sopro nos ouvidos e um dos momentos mais divertidos da produção inteira. Uma bela maneira de terminar um filme sem deixar a peteca cair.




28. Superfreak // Pequena Miss Sunshine (Little Miss Sunshine)

Spoiler total. O momento surpresa do filme. E também o mais emocionante. É o esperado inesperado. É uma cena tão óbvia, dada as circunstâncias, mas a gente não consegue pensar nela antes.



27. Alabamy Bound // A Rosa Purpura do Cairo (The Purple Rose of Cairo)

Esse é o meu filme favorito do Woody Allen. Acho genial. Mia Farrow, esplendorosa, e Jeff Daniels mostrando como foram e continuam sendo mal-aproveitados pela indústria. Essa cena dos dois é puro charme. Se eu já tava adorando o filme, me encantei de vez depois desse momento. Incluí no vídeo o número seguinte de I Love My Baby (My Baby Loves Me) também.





26. You Make My Dreams // 500 Dias Com Ela (500 Days Of Summer)

Quase a mesma justificativa da cena de O Casamento do Meu Melhor Amigo. A diferença é que aqui não tem Julia Roberts. E ninguém canta.




25. Town Called Malice // Billy Elliot

Há quatro momentos musicais que sempre me vem em mente quando penso em Billy Elliot. Dois dele entraram aqui na lista. Os outros seriam Children of The Revolution do T-Rex e London Calling do The Clash. Adoro esse hit do The Jam (que o McFly regravou depois), e a letra e a dança (pouco ritmada a princípio) fazem o paralelo perfeito com a cena.




24. All That Jazz // Chicago

Com uma só música, Chicago mostra a que veio. Define o tom, avança a história e apresenta ao público suas duas protagonistas e suas falhas. Vários coelhos com uma cajadada só.




23. Downtown // Garota Interrompida (Girl, Interrupted)

O momento “feel good” de Garota Interrompida. A segunda das três vezes em que Downtown aparece no filme, e a única que não é na sua gravação original da Petula Clark.




22. You’re The One That I Want // Grease – Nos Tempos da Brilhantina

O momento que Sandy mostra suas garras. Cena icônica, todo mundo conhece. Logo depois começa We Go Together. Ótima também.




21. Old Time Rock'n'roll // Negócio Arriscado (Risky Business)

Tom Cruise dança Bob Seger. Do tempo que ele ainda era Zac Efron. Talvez a cena mais famosa dele, e que pela qual ele será sempre lembrado. Junto com o “you complete me” de Jerry Maguire...


Parte 1Parte 2Parte 3Parte 4Bônus Parte 5 (final)


Um comentário: