segunda-feira, 5 de abril de 2010

Seção CINEMA // Crítica Caçador de Recompensas


Sr. e Sra. Smith


Caçador de Recompensas // The Bounty Hunter


Nota: 8,5


Expectativa realmente estraga tudo. E filmes como esse, massacrados pela crítica, acabam se tornando agradáveis surpresas e divertimento certo. É previsível da primeira até a penúltima cena. A cena final eu já achei um avanço e tanto. A direção é do Andy Tennant, e nada do que ele fez e eu vi, eu gostei. No elenco? Jennifer Aniston e Gerard Butler. Adoro a Jennifer desde Friends, que (quase) todo mundo conhece, a deu um Emmy, Globo de Ouro, muito dinheiro, fama e sucesso, um casamento com Brad Pitt, até uma Angelina Jolie surgir na parada.

E apesar de tudo, acho Jennifer boa atriz. Além de ser linda e carismática. Gerard me chamou muita atenção em Querido Frankie, e sua personalidade é sempre muito agradável, mas ainda não vi um filme tão bom dele desde então. Preciso ver Rock’n’Rolla ainda. Esse título é muito esdrúxulo...

Bom, a história é aquela velha briga de casal, que teve um de seus primeiros e melhores exemplares com Katherine Hepburn e Spencer Tracy em A Costela de Adão (Credo, os títulos nacionais de antigamente eram ainda mais toscos). Aqui eles são divorciados e não se dão bem. Ela é uma jornalista work-a-holic. Ele é um policial que acabou de ser desmembrado da polícia por má conduta, acho.

Ela foi presa por problemas no trânsito (por aqui na “terra das oportunidades” até cuspir no chão dá cadeia...) e precisa ir pra corte, mas no mesmo momento ela consegue um furo jornalístico e a tapada doente mental prefere ir em busca da notícia do que resolver suas pendências com a lei. Ele então é contratado pra ir atrás da foragida e trazê-la de volta.

Depois a coisa começou a se enrolar demais, muita historinha paralela aparecendo e confundindo tudo, e eu fiquei me perguntando, será que vão saber desatar esses nós todos? E eles conseguiram. Tudo se encaixou direitinho. Claro que os velhos e habituais clichês de sempre foram usados como elo de ligação desses eventos todos. Dá até pra listar e você vai lembrar 300 outros filmes com o mesmo enredo. Quer ver só?

É tudo spoiler, mas como já disse não é novidade nenhuma. Se não quiser saber, pule pro próximo parágrafo. Lá vai a lista: Ele tem um conversível “vintage”, que ele adora, mas o destino dele é o ferro velho. Ele é adora jogar. Eles vão parar num cassino. Só que dessa vez eles perdem tudo. A máfia surge na parada. Tem perseguição também com carrinho de golfe. Que eventualmente cai na água. Eles se odeiam, mas no fim... Eles se amam.

Viram? Mas apesar dos pesares, eu me diverti. Talvez porque o casal é ótimo. São talentosos e carismáticos. Ele devia parar de ficar dando dedada nela em público e se casar logo. Eeterem filhos mais lindos que a Shiloh e os gêmeos. Se o filme fosse com o Ben Affleck, Ashton Kutcher, Jennifer Lopez ou Julia Roberts, tenho certeza que eu não iria gostar. Eu até gosto Julia do começo da carreira, mas hoje em dia ela se acha. Só quer ser as “prega de Odete”... Lopez tem seus momentos, mas os outros dois são indigestos sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário