segunda-feira, 25 de maio de 2009

Seção ALUCINÓGENOS // Creio eu...

Sou de câncer.
Mas não acredito em horóscopo.
Estudei sempre no mesmo colégio.
Só troquei quando mudei de cidade.
Mas depois voltei pro mesmo.
Era do time de vôlei.
Odeio química e física.
Amo história e geografia.
Fiz faculdade.
Já me formei.
Já fiz muitos amigos.
Já perdi contato com a maioria deles.
Nunca aprendi a andar de bicicleta.
Nem a assobiar.
Já saí no tapa várias vezes.
Aprendi a me controlar.
Lembro muito da minha infância.
Mas não queria nunca voltar.
Odeio dar satisfações.
Sei me virar sozinho.
Adoro liberdade.
Mas não sou libertino.
Falo sozinho.
Penso dando voltas dentro de casa.
Pareço um louco quando faço isso.
Minha mãe se irrita.
Fica tonta.
Já quis ser ator.
Já quis ser dentista.
Já quis ser diplomata.
Queria ir para as Olimpíadas.
Já fui chorão.
Já fui medroso.
Adoro filmes de terror.
Minto como ninguém.
Tenho roteiros de cinema escritos na minha cabeça.
Falta colocar no papel.
Posso parecer mal-humorado.
Sou mais carinhoso do que aparento.
Tenho vários apelidos.
Não vou contar nenhum.
Sou criativo.
Viajo na minha imaginação.
Igual ao Bobby ou os Muppet Babies.
Mas fico ligado em tudo ao meu redor.
Adoro desenhos animados antigos.
Não gosto dos recentes.
Amo chuva.
E dias chuvosos.
Durmo em turbulência.
Durmo quando bebo.
Não me ofendo com facilidade.
Às vezes deveria.
Escondo o que sinto.
Não consigo falar a respeito.
Distancio-me de quem não gosto.
Ou de quem me desaponta.
Memorizo com facilidade.
Não consigo me desfazer das coisas.
Demoro pra tomar iniciativa.
Amo música.
Raramente gosto de músicas em português.
Adoro musicais.
Sei dançar.
Mas nunca danço.
Odeio pedir.
Odeio ler.
Odeio falar no telefone.
Imagino situações ouvindo músicas.
Tenho mania de colecionar coisas.
Tenho necessidade de ser simpático.
Prefiro ficar mal a deixar os outros mal.
Não consigo ver quando se aproveitam de mim.
Ajudo mesmo quem me trata mal.
Detesto ouvir a minha voz.
Ou me ver em vídeo.
Só perco as coisas quando eu preciso delas de imediato.
Sou sarcástico.
E irônico.
Perco horas lendo atlas.
Já soube a capital de todos os países do mundo.
Adoro saber curiosidades.
Sou nordestino.
Adoro o meu sotaque.
Odeio bairrismo.
Acho patriotismo muito mais importante.
Não me vejo voltando para a minha cidade.
Odeio ficar nervoso.
Nunca acho que estou estressado.
Até o corpo dar algum sinal.
Não tenho assunto com quem não conheço.
Eu sei que tudo vai ficar bem.
Mesmo quando nada dá certo e eu ajo como se perdesse as esperanças.
Tento me conformar com tudo que for inevitável.
Acho a frustração o pior sentimento.
Não sei planejar nada.
Detesto cigarro.
Ou drogas.
Só tenho disposição a noite.
Não consigo dormir antes de meia noite.
Amo os anos 80.
Sou uma enciclopédia de cultura inútil.
Rio me lembrando de coisas que já aconteceram.
Ou que poderiam ter acontecido.
Sinto vergonha alheia.
Adoro ficar sozinho.
Adoro cozinhar.
Adoro esportes.
Não vivo sem internet.
Já vi muita televisão.
Hoje nem a ligo mais.
Sou menos organizado do que eu imagino.
Odeio chamar atenção.
Falo baixo.
Falo pouco.
Meu pai detesta isso.
Não sou exatamente tímido.
Mordia meu braço quando tinha raiva.
Já não faço mais isso.
Já fui mais impaciente.
Tinha medo de injeção.
As outras crianças não gostavam de mim.
Não sei ao certo o por quê.
Nasci para as artes.
Sou extremamente normal.
Creio eu...



15 comentários:

  1. ficou lindo e combinou bem com a foto. beijos!

    ResponderExcluir
  2. Esqueceu de dizer que tem a língua afiada, que é perfeccionista com o que faz, que é amigo até pisarem no teu calo, que gosta de calor, também, que aguenta as brincadeiras calado, mas quando fala, mata um com uma frase...tem tanta coisa, Vituuu! huauahau

    beijokas

    ResponderExcluir
  3. hahahahahahahaha

    Tenho que manter um certo mistério também. Não pode entregar o ouro todo de uma vez.

    ResponderExcluir
  4. Muito gatinho vc Vitor...
    ah se eu te visse pessoalmente!!!
    kkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Heeeeeeeeee Vitor, estás conquistando fãs, hein?!
    Pena que em breve o Brasil será coisa do passado para você... rs
    Ah, se eu fosse mais nova que você ia querer a fórmula, tá?! A fórmula para enrolar o dad!
    Parabéns pela sua conquista! Nota 10, com louvor!
    Felicidades para você nos States!
    Beijão.

    ResponderExcluir
  6. Vitinhoooooooooo!
    vc é formado em menino???
    bjos!

    ResponderExcluir
  7. Ha ha, essas suas respostas lacônicas, cheias de pânico, são hilárias, Vitor! Vc e o Asnalfa deveriam bater mais papo!

    ResponderExcluir
  8. achei por acaso o blog.
    gostei das criticas e do autor, rs

    ResponderExcluir
  9. Esqueceu de dizer que tem o cangote mais cheirosso e q adora pular na cama!
    Amei seu blog.. sua cara!

    ResponderExcluir
  10. "Nasci para as artes."
    hahaha somos doois!!
    muito boom vitoor :)

    ResponderExcluir