quinta-feira, 2 de abril de 2009

Seção CANARINHOS // American Idol 8 - Top 9

Para entender as alcunhas (os apelidos!!!), clique aqui.

Top 9 – Semana Top Downloads

Não entendo como o tema é Top Downloads e só uma música era recente. Inclusive os candidatos comentaram que era a chance deles cantarem coisas contemporâneas, aí aparece Bob Marley, No Doubt, Billy Joel, Bill Withers e Wild Cherry. É porque todo mundo baixava música na internet nos anos 70! Vai entender...


Nota: 0
O ridículo do Slumdog voltou a querer ser Fera Neném e cantou Usher, com toda aquela malemolência, gingado, aquele jeito malandro de nerd dele... Nem precisa explicar o desastre...


Nota: 2,0
Legalmente Megan cantou Bob Marley... Eu até acho que ela tem uma vibe meio Lauryn Hill, mas ela deveria ter cantado Doo Wop ou algo do tipo. Foi chato... Quando a chata da Kara comentava, o irmão dela gritou: broken record (disco quebrado). AHAHAHAHA. Foi a melhor parte da noite. Dizem os comentários de bastidores que ela ficou possessa de ódio.


Nota: 0
Dick Vigarista com a sua rouquidão tenebrosa cantou “What Hurts The Most” pela sua falecida esposa. E ainda gritou no meio um come back to me, bem ao estilo "Em Algum Lugar do Passado"... Seria lindo se não fosse tão nojento.


Nota: 8,0
Animal se fantasiou de ‘Pedrita visita os Jetsons’ e cantou “Don’t Speak”. Eu curti, ficou legal e bem diferente do No Doubt. Finalmente ela fez algo que me agradasse depois de Alone.


Nota: 7,0
Jon novamente caiu no tédio e cantou “Just The Way You Are”. Que música tão sem graça pra se cantar na tv. Pra mim ela só funciona cena de sexo de filme... Mas faz bem o estilo dele, então ficou legal sua voz. Uma coisa que me irrita é como a produção brinca por ele ser cego e fazem os penteados mais horrendos nele...


Nota: 2,0
Charlie Brown fez a mesma merda da primeira semana. Antes ele cantou Coldplay e se lascou, e agora cantou The Fray. Se ele tivesse mudado o arranjo poderia ter funcionado, mas ficou bem amador nele. Que puxa...


Nota: 2,0
Lil não escolhe uma música que sirva pra ela. É incrível. Dessa vez ela cantou “I Surrender” da Celine Dion, e ficou péssimo. Eu não consegui ouvir tudo. E pra variar, muito mal arrumada também...


Nota: 9,0
Cher voltou ao glam original (mas continuou com o topete de Elvis), com toda purpurina, plumas e paetês e cantou “Play That Funky Music”, que só me lembra propaganda de carro. Black or White e Tracks of My Tears foram melhor, mas ainda bem acima da média. Principalmente nesse ano...


Nota: 7,0
Assim como Jon, High School Kris cantou outra música bem monótona, “Ain’t No Sunshine”. O júri amou, eu achei bom, mas nada demais. Não faço questão de ouvir de novo. E acho que cantar balada com um teclado fica meio amador, parece cantar música em missa. Ainda mais com um quarteto de cordas do lado. É como comer caviar tomando vinho carreteiro.

Eliminação:

O episódio começou no último nível de breguice, com imagens dos finalistas de costas e se virando, com os jurados falando um monte de abobrinha, numa coisa bem O Juízo Final.
Quase desisto de ver o resto...
Mentira!
AHAHAHAHA...
Fiquei na expectativa de mais momentos ridículos pra rir.
E a Lady GaGa estava lá, então esta possibilidade aumentava.

Depois veio aquelas propagandas semanais da Ford, que mais parecia uma das aberturas de Ugly Betty ou do America’s Next Top Model. Com direito a foto em grupo no final. Mais uma cafonice depois: a performance em grupo deles cantando “Don’t Stop Believing” do Journey, que eu amo. Eu nem me lembrava dos playbacks, até ver o Scott tocando teclado e cantando longe do microfone.... AHAHAHAHA... A diversão não podia parar!

O merecido vencedor do ano passado David Cook cantou uma música que eu nem gostei muito. Eu adorava ele no programa, e o disco independente que ele gravou antes, mas não gostei muito do CD novo. Mas ele ganhou um disco de platina mesmo assim no programa. Legal.


Depois anunciaram os menos votados. Legalmente Megan, Animal e Slumdog. Por mim Slumdog ia pra casa de mala e cuia estudar matemática e resolver equação pro resto da vida. Megan é o máximo! Enquanto todo mundo fica nervoso nessa situação, ela fez piada o tempo inteiro. Quando Ryan perguntou o que ela achou da crítica do Simon, ela respondeu: Pouco me importa! AHAHAHAHA...


Depois veio a Lady Gaga enrolada em papel alumínio tocando um piano cheio de bolhas, com um zíper no olho e com um perucão de deixar a Christina Aguilera morrendo de inveja. Ano passado Xtina disse que não sabia quem era essa pessoa e nem se importava. Hoje essa pessoa tem 2 singles seguidos no topo das paradas e a Xtina se não lançar um disco bom logo (e tá devendo!) vai direto pro ostracismo... Que coisa não?

Depois anunciaram que Legalmente Megan foi a menos votada!
AAHHH.
Simon, igual a uma criança malcriada, egoísta e egocêntrica que ele é, disse que já que ela não se importava com o que ela dizia, ele não ia se importar em salvá-la.
Sei.
Como se eles fossem usar o veto com ela e perder a chance de salvar Dick Vigarista ou Lil de uma possível (improvável) catástrofe... Mais um bom momento das semanas foi embora!
Só nos resta Adam...

Nenhum comentário:

Postar um comentário