sexta-feira, 27 de março de 2009

Seção CANARINHOS // American Idol 8 - Top 10

Para entender as alcunhas (os apelidos!!!), clique aqui.

Semana Motown...
Normalmente é a semana mais sem graça junto com a dos anos 60, porque todo mundo estraga as músicas. Nem sabia bem o que esperar. O mentor foi o Smokey Robinson que lá na Terra das Esperanças é muito famoso, mas aqui nem tanto.

Nota: 9,0
Eu vou pro inferno. Eu gostei do papagaio fanho cantando Let’s Get it On. Só achei que ele poderia ter editado melhor a música porque ela ficou um pouco monótona no meio.

Nota: 8,0
High School Kris, o gatinho da Malhação, capa da Capricho, cantou How Sweet It Is. Eu acho essa música tão besta. Só lembro do coralzinho de American Pie. Foi bonzinho. Também... Essa música é muito fácil. Ele ainda gritou a última nota pra parecer difícil... Tá bom. Faz de conta que tá cantando Bohemian Rhapsody, que a gente faz de conta que acredita. Simon o mandou parar de ser banana e ser mais arrogante. Ainda acho que ele cantando Michael (as duas vezes) foram os pontos altos dele.

Nota: 6,0
Jon continuou no piano e cantou You Can’t Hurry Love. Outra música boba. Eu me lembro mais da versão do Phil Collins. Ele fez uma coisa meio jazz, meio Norah Jones, meio Jamie Cullum, mas ficou bem meia boca. Tipo Crash, uma idéia boa, mas toda mal feita, mal aproveitada. Tá ficando boring... Pelo menos cantou uma coisa mais conhecida e mais animadinha.

Nota: 4,0
Legalmente Megan incorporou Amy de vez essa semana! Tava bêbada da primeira até a última nota. Sem contar, nas tattoos, o vestido, o cabelão, a sapatilha... Mas dessa vez não conseguiu fazer de For Once in My Life mais apreciável.

Nota: 0
Slumdog é tão ridículo... Antes de cantar ele já tava dançando e causando vergonha alheia... Momento passei-na-rua-Augusta-a-120-por-hora. A cantoria? Eu só lembro ele miando desafinadamente oooh baby, baby... Deu um sono danado. Next!

Nota: 0
Ursinho Puff cantou Ain’t Too Proud To Beg, uma música que eu adoro e ele gritou do começo ao fim. Doeu meus ouvidos! Fez caretinha, desafinou no falsete, dançou mal, pagou de galã, tudo que teve direito. A última nota foi tenebrosa. Depois levou os tomates do júri... Esse povo é ruim e não consegue nem divertir! Tédio...

Nota: 3,0
Pra gente ver como esse ano tá ruim, a diva negra da temporada se perdeu cantando Motown... O vestidão Tina Turner, o perucão da Diana Ross, que a Beyoncé copiou em Dreamgirls, aquela gritaria toda, a cara de desprezo da Kara, tudo foi ruim... Heatwave já foi cantada 4573062819 vezes no American Idol, mas pra mim o melhor cover continua sendo da Whoopi Goldberg.

Nota: 10
Alguma dúvida que Cher é a melhor desse ano? Mudou o visual, uma coisa meio Elvis, meio Johnny Cash, que me lembrou um pouco também Rick Astley ou Morrisey. A música (The Tracks of My Tears) eu sempre achei bonitinha, mas enjoadinha, mas essa versão ficou linda. Ele parou de gritar e de causar e só cantou. Não teve delineador preto, nem dança dos 7 véus, nem boquinha da garrafa. Só ele e a música. Como Katherine McPhee fez com Over The Rainbow. Talvez eu teria gostado ainda mais se ele cantasse sem os falsetes. Ficou meio Robin Thicke. Mas foi lindo.

Nota: 0
Só de ir pro ar, Dick Vigarista já merece gongo, a buzina do Chacrinha e o pato do Qual É a Música. Não necessariamente nessa mesma ordem.

Nota: 6,5
Animal continua dando uma de revoltadinha. Até agora só gostei mesmo de Alone. Papa Was a Rolling Stone? Acho que pra ela tá mais pra Papa Was a Menudo... Canta! Dança! Sem Parar... AHAHA!!! A última nota foi boa, mas o resto continuou Gloria Trevi, Shakira... Não entendi os orgasmos múltiplos das juradas.

Eliminação

Dessa vez a performance dos finalistas foi um playback gravado, tipo um vídeo clipe horroroso no mesmo palco. Tão chato que eu nem consegui ver tudo. Britney deve ter processado o plágio... Perdemos o momento diversão garantida essa semana...

Depois teve o Ruben Studdard cantando. Quem é ele? O cidadão que ganhou a segunda temporada e os discos dele vendem tanto quanto goiabada em pó pra comer com queijo ralado. Quem cantou também foi Joss Stone e o mentor da semana, Smokey Robinson. Vale lembrar que o Smokey foi muito melhor que o pato mal-humorado da semana passada. A música é chatinha, acho que só serve pra Joss se divertir cantando com um provável ídolo dela. Eu no lugar dele preferiria manter a boa imagem do passado do que continuar cantando sem ser nem metade do que foi um dia. Pelo menos a Joss tava linda. E teve também o Stevie Wonder cantando músicas de 1900 e Madonna virgem.

Os menos votados foram Jon, Charlie Brown e Ursinho Puff. Só sendo um surdo para não adivinhar quem iria vazar. E óbvio que o Ursinho Puff foi o eliminado. Cantou na ilusão de que o júri poderia salva-lo, que a gente sabe muito bem que só vai acontecer se Cher, Dick Vigarista ou Lil forem os menos votados. Pelo menos a filha dele agora não vai poder reclamar mais o abandono. =]

Um comentário:

  1. vitinho incrivel como eu pensei a mesma coisa sobre a cafonalha dessa lil rounds.. whoopi goldberg in 90's was WAY better

    ResponderExcluir