terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Seção CINEMA // Prêmios à Vista!

Começa a melhor temporada do ano para o cinema. É nessa época que começam a sair as indicações aos prêmios e quando os supostos bons filmes estréiam nos cinemas. Muitos dizem que não respeitam os prêmios, especialmente o Oscar, por ser o mais famoso, normalmente por discordar dos resultados. Eu também discordo freqüentemente, mas sem elas, a indústria apenas produziria blockbusters rentáveis, o cinema-pipoca. Os filmes interessantes e inteligentes provavelmente seriam pequenas produções independentes com alcance muito restrito. E se fosse o caso, eu provavelmente não seria fã de cinema.

As premiações mais famosas são:


O Globo de Ouro (www.hfpa.org), que é entregue pela imprensa estrangeira de Hollywood nos meses de janeiro. Os indicados para esse ano e já saíram (você pode vê-los no site oficial com link acima) e serão entregues dia 11 de janeiro. Já houve algumas surpresas nas indicações e farei minhas apostas na semana anterior à premiação. As categorias premiadas são as principais, produção, direção, atuação, roteiro e música, divididas por gêneros, comédia ou drama, assim como na Grécia Antiga o teatro já era dividido. Além das categorias de televisão.



O Prêmio dos Críticos (Critics Choice Award), entregue pela Broadcast Film Critics Association, (www.bfca.org). As categorias de atuação não são dividas por gênero, mas têm um número maior de indicados e há categorias específicas para alguns gêneros, como melhor filme para a família (seja lá o que isso signifique), melhor filme de comédia, ação, etc., além de premiar o melhor filme. Os indicados já foram anunciados, e os prêmios serão entregues dia 8 de janeiro. Veja os indicados no site oficial.



Para os atores, há o premio do sindicato (Screen Actors Guild Association), o SAG Awards (www.sagawards.org), que premia apenas atuação, e o melhor elenco, para filmes e produções de TV. O prêmio será entregue dia 25 de janeiro, e as indicações saem dia 18 de dezembro.



E por fim, o Oscar (www.oscars.com). A mais antiga e tradicional premiação, que inclui as categorias técnicas. É entregue pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. São duas festas separadas: a primeira, para os estudiosos que contribuem para o desenvolvimento da arte e da indústria, e a segunda, a mais famosa, onde as produções e os artistas são premiados. Os indicados serão anunciados dia 22 de janeiro e os prêmios serão entregues dia 22 de fevereiro.

Muitos se perguntam como funciona a premiação. Aqui vai uma explicação: Todas as pessoas que já foram indicadas alguma vez na vida ao prêmio, fazem parte da Academia e podem votar. A votação é feita por cédulas enviadas por correio. Para poder ser indicado um filme tem que ter mais de 40 minutos, estrear oficialmente até a meia-noite do dia 31 de dezembro numa sala de cinema no distrito de Los Angeles e estar no mínimo sete dias consecutivos em cartaz. No início de Janeiro, a Academia envia aos seus membros um boletim de voto acompanhado de uma lista com todos os filmes. A princípio, as pessoas escolhem os indicados na sua categoria, ou seja, roteiristas escolhem os indicados a roteiro, atores os indicados a atuação, etc. Depois dos indicados anunciados, todos podem votar em todas as categorias, menos filme estrangeiro.

Esses sistema faz com que existam muitos votantes bem velhinhos que não trabalhem mais, e muitas vezes isso explica alguns resultados conservadores. Um exemplo disso é o caso de 2006. Jack Nicholson, que é o ator vivo - e atuante - mais premiado (3 Oscar – ator por Um Estranho no Ninho, coadjuvante por Laços de Ternura e ator por Melhor é Impossível), votante assíduo e de presença constante nas premiações, fez questão de entregar o prêmio de melhor filme. Ele ficou visivelmente contrariado por entregar o prêmio a Crash, em vez de Brokeback Mountain, como ele mesmo afirmou posteriormente. Uma conseqüência do comportamento foi sua não indicação no ano seguinte pelo filme Os Infiltrados. Pra tentar abafar as acusações de discriminação, a comediante Ellen DeGeneres foi convidada para apresentar a festa.

Tem-se notado uma queda na audiência da premiação, que a cada ano são mais longas. Nos últimos anos, a audiência foi boa quando Titanic e O Senhor dos Anéis venceram melhor filme. Ou seja, quando os grandes blockbusters são premiados. Titanic é um filme que eu respeito. O romance proibido e a luta de classes ambientado numa catástrofe é tocante. O elenco é primoroso e a produção é muito boa. Com o tempo o filme vai alcançar o status de clássico que ele merece. Já o Senhor dos Anéis é infantil demais para o meu seleto e caprichoso paladar. A história é a mesma abordada pelos Jaspions, Jirayas e Power Rangers, além de ser interminável. São 3 filmes com mais de 3 horas cada. E a cerimônia em que ele venceu foi muito chata. A cena daquele monte de anãozinho aplaudindo cada prêmio na platéia só me é mais nauseante que o circo do Roberto Benigni em 1999.

Esse ano, essa queda na audiência tentará ser combatida. A cerimônia será provavelmente apresentada por Hugh Jackman, que já apresentou o Tony por 3 vezes, e será transformado em algo mais divertido, com atuações ao vivo, shows com momentos de música e menos falatório e piadas sobre o governo. Soa interessante.

Esse ano as premiações prometem ser bem mais interessantes que a do ano que passou. Os filmes que surgiram abrangem uma maior diversidade de temas e aparentam ser instigantes. Estarei comentando todos eles assim que os conferir!

Um comentário:

  1. Como sempre, você comenta e eu leio (quando nós estudávamos juntos eu ouvia né!)

    E continuaremos comentando os babados do oscar!

    kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    bjuuuuuuuuuuuuuu
    amigo, saudades!

    ResponderExcluir