terça-feira, 8 de maio de 2007

Pastel de vento

Nota: 5,0

Sherrybaby é um dos filmes independentes lançados no Festival de Sundance que deu a Maggie Gyllenhaal um indicação ao Globo de Ouro de atriz dramática. A Maggie já fez filmes como “O Dia Depois de Amanhã”, “O Sorriso de Monalisa” e “Donnie Darko”. Dessa vez ela encarna uma ex-presidiária que sai em condicional e tenta retomar a vida, cuidar da filha, arrumar um emprego, se livrar de vez das drogas, mas percebe que não vai ser tão fácil quanto ela esperava.

O filme é parado e vai do nada a lugar nenhum. Ele expõe um problema e não faz nada com ele, não o desenvolve. Nem soluciona, nem melhora, nem piora. Na minha opinião, uma grande perda de tempo. O lado bom dele é a interpretação da Maggie, que é muito boa. Realmente convincente na personagem. Pena que o filme seja tão fraquinho. Não há muito mesmo pra falar sobre ele.

Um comentário:

  1. Muitos filmes se utilizam como "reportagens". Não são para desenvolverem situações ou solucioná-las. Reportagens servem apenas para mostrar o que acontece, sem interferências. E este é o mote deste filme.

    ResponderExcluir